20 janeiro 2010

Era uma vez...

Era uma vez um marido tilindo que quis fazer uma surpresa de Natal pra sua marida. Na verdade foi uma meia surpresa porque a marida praticamente o obrigou a comprar novas alianças, pois a que eles tinham era de ouro branco e a chata da marida acha que aliança tem que ser amarela se não parece anel de compromisso (né não?)
Enfim, marida escolheu, marido tilindo pagou (hehe). Veio via sedex porque na internet é mais barato (sabias?).
O presente ia chegar na terça antes do Natal, o que significa que assim que a pessoa acordou, já foi incomodar o porteiro (que claro já sabia que ia chegar uma encomenda):
- João, minha encomenda chegou?
- Chegou não senhora
E o dia passou e nada da encomenda chegar.
No final da tarde, já soltando fogo pelas ventas, a marida liga pra dona da loja que estranhou a encomenda não ter chegado, pois foi encaminhada no dia anterior. (afoga a dona!):
Quarta feira: Como a ansiedade impera nesta pessoa, decobri o telefone do posto de coleta dos Correios e liguei. A moça que me atendeu me disse que a encomenda foi entregue na segunda pro porteiro (aquele mesmo!)
Mas eu fiquei doida!
-Seu moço, a moça do correio disse que o outro porteiro recebeu, se não tiver ai na gaveta vou falar com o sindico (sorriso amarelo pra não parecer antipática)
- Dona Débora a senhora promete que não conta nada pro seu marido? Ele pediu pra gente não contar que a caixa tinha chegado. (agora realiza minha cara de tacho).
De noite marido chega em casa: Amor, a moça do correio disse que tá tudo atrasado por causa do Natal (fiz cara de paisagem, ou voce achou que eu ia entregar? É ruim meu bem!)
Mas a melhor dele foi na manhã do dia seguinte: Ele pega o celular e "liga" pra moça da loja e começa uma conversa interminável com o além do meu lado. Vou te falar, de fome esse não morre, se não fosse jornalista, seria ator: Nota 10! Me enganou direitinho!
E assim foi, até o dia do Natal, ele fingindo que falava a verdade e eu fingindo que tava acreditando.
As alianças vieram amarradas numa sandália maravilhosa e eu claro fiz cara de surpresa, e ainda larguei: - Meu amor voce me enganou!
E até hoje ele não sabe que eu sabia (agora sabe rs). Afinal pra que estragar a surpresa, né amor?

Ps. Ele não gostou muito da história, mas eu me deliciei e me apaixonei mais ainda vendo-o se desdobrar pra me fazer mais feliz do que já faz!  Te amo!

Gostou da histórinha? Então olha o vídeo:  http://www.youtube.com/watch?v=HcT9PsCfYOA

3 comentários:

Dri Viaro disse...

kkkk, ai amiga, eu nao sei se conseguiria ficar fazendo que nao sabia de nada não, eu acho que ia ficar olhando pra cara do meu marido e dando risada, tipo coisa de péssima atriz kkkk

bjssss

Karen Martins disse...

Dah um desconte neh Dé!!
Soh uma alinça na caixinha eh pouco neh? Tinha q ter um frufru!!!
Pto para o marido da marida!!
Bjs

SandraQuirino disse...

kkkkkkkkkk história de Dé, minha filha...rsrsrsrsrsrsrsrs

O Passado Me Entrega...