14 dezembro 2009

A Fábula do Porco-Espinho

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha:
Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

Moral da História
O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

Bonitinha a estória né? mas o filhotinho é mais lindo ainda, olha só:



09 dezembro 2009

Nem tudo é o que parece



08 dezembro 2009

Sai da frente que eu tô de TPM!!!

Me deu vontade de comer melancia. Não é gravidez é desejo de TPM, o mesmo que me faz devorar uma caixa de biz e depois chorar igual criança que fez arte. E o mesmo também que, essa semana, me fez bater pé e gritar porque nenhuma roupa no armário tava boa o suficiente.
A gente tinha uma festa pra ir que começava as 20:00hrs, já passava das 19:00 e cadê que nem banho eu tinha tomado!
Marido me olhou largada no sofá, cara amassada, cabelo também e...
-Tá pronta?
-Tô, não tá vendo? Vou assim mesmo (pergunta idiota, resposta idem).
Finalmente banho, achei que fosse ficar mais animada, que nada, foi me subindo um nervoso, se eu não fosse tão controlada (ein?), tinha atirado todas as roupas pela janela.
Olhei em volta, nada de marido, o coitado tava sentado, vendo televisão, me esperando na maior calma. Isso me irritou tanto, mas tanto, que a única cena possível foi:
- Ó nem tenta me apressar que eu ainda nem sequei meu cabelo!! (realiza a cena: vai dizer que voce já não deu uma dessas?). Pobre do marido não teve nem reação.
E ele ainda tentou me ajudar, foi lá no armário, olhou as roupas e cada sugestão era um coiçe, até que eu não segurei mais e fiz igual eu fazia quando eu era pequena (e pentelha) e minha mãe não queira me levar no shopping: - NÃO QUERO MAIS IR PRA ESSA M. DE FESTA, VAI VOCE!!
Ele foi....e eu fiquei sentada na ponta da cama chorando...e a ficha foi caindo, mas antes dela cair mesmo eu liguei pra ele e mandei: - Não acredito que voce me deixou aqui sozinha! (ow pessoa, tu não mandou ele ir??)
Eu nem lembro a resposta que ele deu, mas lembro que levei uma baita bronca  (ui!). Desliguei e continuei chorando, ia fazer o que? Agora a cagada já tava feita mesmo. Chora nega!!
Passou um tempo (eternidade) ele aparece...parecia cena de pai dando bronca em filha: eu: cabeça baixa, ele: dando de dedos. Mas ele não foi pra festa sem mim! (tilinduuu)
Peguei a bolsa, ele me abraçou, a gente foi pro carro e, ele não sabe, mas no meio do caminho, depois do pedido de desculpas (meu, óbvio), me deu uma vontade enorme de rir da situação. Me controlei, vai que desta vez ele não me entende e me larga no meio da Av. Brasil, já pensou? Melhor não provocar.
Valeu marido, tem horas que voce merece um premio!
Agora com licença, vou comer minha melancia. Bejim!



01 dezembro 2009

POR QUE EVA COMEU A MAÇÃ ?

Não foi assim facinho não!
No início, Eva não queria comer uma fruta.
- Come - disse a serpente astuta! - E serás como os anjos!
- Não - respondeu Eva .. Virando a cara para o lado!
- Terás o conhecimento do Bem e do Mal - insistiu a víbora.
Cruzou braços, olhou bem na cara da serpente e respondeu firme:
- Não!
- Serás imortal.
- Não! Já disse! (tipo pé batendo rapidinho, braço cruzado)
- Serás como Deus!
- Já disse que não, e pronto! (afoga!) 
Irritadíssima, quase enfiando a fruta goela abaixo da Eva, a serpente já estava desesperada e não sabia mais o que fazer para que aquela mulher de princípios e personalidade tão rígidos (chata paracarai) comesse a fruta .. Até que teve uma idéia ...
Ofereceu novamente a fruta e disse com um sorrisinho maroto:
- Come, boba! Emagrece!
* Foi tiro e queda! * (ein?)

O Passado Me Entrega...