14 dezembro 2009

A Fábula do Porco-Espinho

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha:
Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

Moral da História
O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

Bonitinha a estória né? mas o filhotinho é mais lindo ainda, olha só:



4 comentários:

Renato Hemesath disse...

Onn, dá vontade de ter um em casa!

Enfim, as palavras do post também são dignas, mostra que estes espinhos são presentes na vida de todos; precisamos senti-los para crescer e seguir adiante!

Excelente blog, já sigo-o.

Um abraço.

4Friends disse...

milhoes de saudade de voce!!!

ja esta em floripa???

altas novidades!

Helena Rocha disse...

vim desejar um felizxxx ano novo.
Mt saúde, paz, amor, esperança, paciência e fé.
Felizxxxxx 2010
Bjússsssssssssss milllllllllllll

jefhcardoso disse...

Olá! Sou Jefhcardoso e sempre que posso caminho de blog em blog>> seguindo apenas a seta que indica próximo blog>> e assim descubro o que as pessoas estão fazendo de interessante em seus blogs. Gosto de escrever sobre este fenômeno literário blogosfera e quero lhe convidar para conhecer meu blog; será um grande prazer recebê-la.

Abraço: Jefhcardoso (http://jefhcardoso.blogspot.com)

O Passado Me Entrega...