27 setembro 2009

Papo Serio

Oi gente, desculpem a ausência, é que eu estava sem vontade de escrever e também andei meio doente essa semana então, antes nada do que lixo, né não? Se bem que o que sai aqui não é lá grande coisa mesmo....enfim...vamos ao que interessa!
O assunto hoje é meio sério, preciso compartilhar algo com voces e, quem sabe, chegar a alguma conclusão.
Vamos falar de ADOÇÃO.
A história é a seguinte: no final de semana passado, uma amiga  - que tem dificuldades para engravidar - me falou que uma conhecida engravidou no susto e quer doar o nenê para ela, pois é pobre, já tem outros filhos e pelo jeito, nunca ouviu falar de camisinha!
A questão é: Será certo adotar um bebê de uma mulher que voce conhece? E se ela mudar de ideia uma hora dessas? E o que voce vai fazer se ela derrepente resolver te fazer uma visita e, ao olhar o filho, se arrepender? E como será sua convivência com esta mulher de agora em diante?!! Nossa, pirei!
Tudo bem, exisitirá um contrato, mas mesmo assim, não sei até onde isso ajuda.

Sei que minha amiga pediu minha opinião e eu to matutando até agora e não cheguei a nenhuma conclusão. 
Quem leu meus primeiros posts, ou é meu amigo pessoal sabe que eu e Ogg temos alguns probleminhas para engravidar, aqui só com muito treino (a parte boa!) e hora marcada, tipo: ''Amor vem pra casa que a temperatura subiu! '' E, sendo assim, como o filhote tá demorando, já chegamos a cogitar a idéia de adoção, caso a inseminação não dê certo. Mas eu nunca havia pensado na hipótese de adotar um bebê de uma mulher que eu conhecesse.
E voce? O que faria?

6 comentários:

Anakoelho disse...

Oi Débora!
Obrigada pela visita e comentário no meu blog,volte sempre!
Menina achei lindo o nme de seu blog,mto fôfo tudo por aqui.
Uma semana abençoada pra vc.


Ana.

Dra. Repolha disse...

Olá! Obrigada pela visita! Que bom que gostou do blog... gostei do seu tbém, voltarei aqui sempre!

Beijos

Dri Viaro disse...

Nossa é super complicado mesmo Débora.Se ela não mantiver mais contato com a mulher eu acho que dá certo, caso contrário fica muito difícil mesmo. Pois se ela mudar de idéia ou achar que tem direitos sobre a criança e tal, talvez seja melhor que sua amiga procure por outra criança para adoção. Sabe, não sei que tipo de problemas há com vcs pra não conseguir engravidar assim rápido, mas posso dizer que tive tb dificuldades pra engravidar na segunda gravidez rsrs, o médico me passou um remédio que agora não me lembro o nome, no meu caso tenho ovarios policisticos o que demora um pouco mais pra engravidar, mas perguta pro seu medico sobre este remedio se for o caso :)
bjssss

Aline disse...

Poxa.. acho complicado.
A mãe se arrepender e pedir de volta acho que é o de menos, porque na adoção tem toda uma papelada e a mãe assinando e passando a guarda, ela não pode voltar atrás assim, quando der na telha!
O problema é a mãe adotiva se sentir mãe de verdade. Vendo a mãe biológica sempre... Imagina que confusão não iria fazer na cabeça dessa mãe! ( Da adotiva)
E outra, a mãe biológica estando perto, é claro que o laço de sangue não vai ser esquecido, ele sempre fala mais alto.
Eu não adotaria nesse caso.

Beijokss

Dani Claudino disse...

Oi, Dé! Obrigada pela força lá no blog. Eu concordo com vc. Em algum lugar meu serzinho tá me esperando. Sobre a sua amiga, eu acho COMPLICADÍSSIMO adotar uma criança cuja mãe biológica vai estar por perto. Não sei no dia-a-dia como isos funcionaria. Mas depende do quão conhecida é essa pessoae qual é a convivência entre elas. Eu acho que quanto mais longe melhor. Legalmente falado, pelo que li, se a mãe der esta criança para a sua amiga legalmente, perante um juiz e se arrepender nada poderá ser feito. A criança é da sua amiga. Se não me engano isso se chama adoção consensual.
Espero ter ajudado em alguma coisa!
beijo

Dani Claudino disse...

Voltei!!
Ao contrário do que eu li, parece que se a mãe biológica quiser a criança de volta, ela pode ter.
Dá uma olhada nesse limk, ó: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=229210&tid=2516787012250575635
beijo

O Passado Me Entrega...